Arquivos
 08/03/2009 a 14/03/2009
 01/03/2009 a 07/03/2009
 15/02/2009 a 21/02/2009
 01/02/2009 a 07/02/2009
 18/01/2009 a 24/01/2009
 04/01/2009 a 10/01/2009
 28/12/2008 a 03/01/2009
 21/12/2008 a 27/12/2008
 14/12/2008 a 20/12/2008
 07/12/2008 a 13/12/2008
 30/11/2008 a 06/12/2008
 23/11/2008 a 29/11/2008
 16/11/2008 a 22/11/2008
 09/11/2008 a 15/11/2008
 02/11/2008 a 08/11/2008
 26/10/2008 a 01/11/2008
 12/10/2008 a 18/10/2008
 05/10/2008 a 11/10/2008
 28/09/2008 a 04/10/2008
 21/09/2008 a 27/09/2008
 14/09/2008 a 20/09/2008
 07/09/2008 a 13/09/2008
 31/08/2008 a 06/09/2008
 24/08/2008 a 30/08/2008
 17/08/2008 a 23/08/2008
 03/08/2008 a 09/08/2008
 27/07/2008 a 02/08/2008
 20/07/2008 a 26/07/2008
 13/07/2008 a 19/07/2008
 06/07/2008 a 12/07/2008
 29/06/2008 a 05/07/2008
 22/06/2008 a 28/06/2008
 15/06/2008 a 21/06/2008
 08/06/2008 a 14/06/2008
 01/06/2008 a 07/06/2008
 25/05/2008 a 31/05/2008
 18/05/2008 a 24/05/2008
 11/05/2008 a 17/05/2008
 04/05/2008 a 10/05/2008
 27/04/2008 a 03/05/2008
 20/04/2008 a 26/04/2008
 13/04/2008 a 19/04/2008
 06/04/2008 a 12/04/2008
 30/03/2008 a 05/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 09/03/2008 a 15/03/2008
 02/03/2008 a 08/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 17/02/2008 a 23/02/2008
 10/02/2008 a 16/02/2008
 03/02/2008 a 09/02/2008
 27/01/2008 a 02/02/2008
 20/01/2008 a 26/01/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 06/01/2008 a 12/01/2008
 30/12/2007 a 05/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 16/12/2007 a 22/12/2007
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 26/08/2007 a 01/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 05/08/2007 a 11/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 15/07/2007 a 21/07/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 01/07/2007 a 07/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 06/05/2007 a 12/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Editora Casa das Musas
 Blog do Samarone Lima
 Blog da Gabriela Leite
 Blog do Tião
 Babelia
 Blog da Liana Aragão
 Blog da Danyella Proença
 Blog do Lauro
 Blog da Maria Moura
 Blog Lauravive
 UOL - O melhor conteúdo
 popfabi




RAZÃO-POESIA o pensamento poema www.casadasmusas.org.br
 


ENGAIVOTADO

Amanheci com vontade de voar sobre geleiras e montanhas nevadas, de dispor minhas asas em lugares isolados, tomados de branco e silêncio marítimo.

Amanheci engaiolado de liberdade. Com vontade de voar solitariamente entre paredões escarpados, vendo a pedra fria impassível e alta em sua fortaleza de pedra. Vontade de ver do alto as corredeiras dos rios, os filetes d'água respingando a vegetação; o vento gemendo, respirando a virgindade das árvores que tocam com seus dedos as brumas do céu.

Meus olhos amanheceram plenos de montanhas desabitadas, que visitei - uma a uma - com a dignidade das gaivotas livres.

Suspenso no ar, construo o meu castelo de sonhos com a brita das felicidades minerais.

Nas muralhas e pontes-levadiças do castelo-do-alto, a gaivota te espreita: - Que vôo escolhes diariamente em teu café da manhã?  



Escrito por Gustavo de Castro às 14h16
[] [envie esta mensagem
]





SOBRE A MÚSICA

Chego na faculdade e a música está no ar. Uma professora, Selma Oliveira, dá um curso de História em Quadrinhos e usa como metodologia a música para crianças, especialmente a de curumins, com CD gravado pelas crianças guaranis. Ela aumenta o som, coloca os alunos para desenhar. Depois coloca cantigas de roda, em seguida, o canto-oração dos pajés americanos, diante do fogo e da noite. Todos na sala desenham. Vou até a porta da sala de aula e fico admirando a mudez dos meninos (univesitários) desenhando na página em branco. O som faz a atmosfera do lugar ficar sagrada.

Na mesma hora que este som domina todo o ambiente da faculdade, como que extasiando todo mundo, aparece (súbito) uma máquina furadeira e um martelo e uma picareta, dos operários que reformam as paredes do banheiro da faculdade. E os sons se misturam de forma contraditória e irreversível. Mas ninguém reclama, ninguém pára de desenhar, como se fizesse parte da natureza da luz a noite do martelo.

Os sons brutos e os leves se confudem então afim de mostrar para nós que o inferno e o céu coabitam mesmo o universo das esferas.

A música é necessidade e intensidade. Nada mais. É preciso mais?



Escrito por Gustavo de Castro às 11h22
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]