Arquivos
 08/03/2009 a 14/03/2009
 01/03/2009 a 07/03/2009
 15/02/2009 a 21/02/2009
 01/02/2009 a 07/02/2009
 18/01/2009 a 24/01/2009
 04/01/2009 a 10/01/2009
 28/12/2008 a 03/01/2009
 21/12/2008 a 27/12/2008
 14/12/2008 a 20/12/2008
 07/12/2008 a 13/12/2008
 30/11/2008 a 06/12/2008
 23/11/2008 a 29/11/2008
 16/11/2008 a 22/11/2008
 09/11/2008 a 15/11/2008
 02/11/2008 a 08/11/2008
 26/10/2008 a 01/11/2008
 12/10/2008 a 18/10/2008
 05/10/2008 a 11/10/2008
 28/09/2008 a 04/10/2008
 21/09/2008 a 27/09/2008
 14/09/2008 a 20/09/2008
 07/09/2008 a 13/09/2008
 31/08/2008 a 06/09/2008
 24/08/2008 a 30/08/2008
 17/08/2008 a 23/08/2008
 03/08/2008 a 09/08/2008
 27/07/2008 a 02/08/2008
 20/07/2008 a 26/07/2008
 13/07/2008 a 19/07/2008
 06/07/2008 a 12/07/2008
 29/06/2008 a 05/07/2008
 22/06/2008 a 28/06/2008
 15/06/2008 a 21/06/2008
 08/06/2008 a 14/06/2008
 01/06/2008 a 07/06/2008
 25/05/2008 a 31/05/2008
 18/05/2008 a 24/05/2008
 11/05/2008 a 17/05/2008
 04/05/2008 a 10/05/2008
 27/04/2008 a 03/05/2008
 20/04/2008 a 26/04/2008
 13/04/2008 a 19/04/2008
 06/04/2008 a 12/04/2008
 30/03/2008 a 05/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 09/03/2008 a 15/03/2008
 02/03/2008 a 08/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 17/02/2008 a 23/02/2008
 10/02/2008 a 16/02/2008
 03/02/2008 a 09/02/2008
 27/01/2008 a 02/02/2008
 20/01/2008 a 26/01/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 06/01/2008 a 12/01/2008
 30/12/2007 a 05/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 16/12/2007 a 22/12/2007
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 26/08/2007 a 01/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 05/08/2007 a 11/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 15/07/2007 a 21/07/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 01/07/2007 a 07/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 06/05/2007 a 12/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Editora Casa das Musas
 Blog do Samarone Lima
 Blog da Gabriela Leite
 Blog do Tião
 Babelia
 Blog da Liana Aragão
 Blog da Danyella Proença
 Blog do Lauro
 Blog da Maria Moura
 Blog Lauravive
 UOL - O melhor conteúdo
 popfabi




RAZÃO-POESIA o pensamento poema www.casadasmusas.org.br
 


SUBMERGIR NAS ALTURAS

É hora de ensimesmar

para fora.

 

Hora de ampliar a boca

e calar. Calar bem alto

para todo mundo ouvir.

 

Hora de ser naturalmente

azul, amarelo, cinza-sul,

violento desvioleta.

 

Hora de despetalar a roupa certa,

a flor íntima, aquática, alga-mundo.

 

É hora de ensimesmar

por agora.

Escrito por Gustavo de Castro às 18h26
[] [envie esta mensagem
]





CONSCIÊNCIA DO QUE SE TEM

Não sabem a vida que recebem.

Quando percebem,

já perderam.

 

TEORIA DO MEIO

quem está no meio

está em lugar nenhum 



Escrito por Gustavo de Castro às 12h32
[] [envie esta mensagem
]





TARDE ENTRESINOS - DESCRIÇÃO DE INSTANTES

Um pássaro canta longamente na minha janela.

 

Depois fica 3 minutos e 23 segundos quieto, pousado na antena do vizinho.

 

A tarde cai.

 

Agora o pássaro já não canta. Pia.

 

Os pássaros piam e eu nem sabia.

 

Ouço a trilha sonora Blanc, Rouge, Blue

de Kieslowsky – violinos e cellos...

 

A tarde cai. Alguns amigos lançam livros em terras distantes

e fico feliz.

 

Agora o pássaro volta a cantar. Ouço.

 

Ele já canta a 7 min e 46 seg

enfezado de alegria !

mudou apenas de posição:

olhava o nascente, agora

olha o poente.

 

O sol deita com calma. Acendo um incenso.

 

Talvez o pássaro ouça a ópera de Kierlowvsky comigo.

 

Minha alma decide só se levantar da poltrona quando o pássaro voar. Agora os cellos entram compondo os violinos.

 

E o pássaro lá fora não se cansa de cantar.

 

Não venta, as nuvens não trabalham

apenas violinos, cellos e pássaros trabalham.

 

Dez minutos

Onze

Doze

O pássaro no alto da antena:

 

Os violinos cessam

Os cellos calam

O pássaro voa.

 

 

 



Escrito por Gustavo de Castro às 17h28
[] [envie esta mensagem
]





CEGO JOCA

Conheci um velho no Sertão que engolia velas e depois as acendia dentro de si.

Era cego, chamava Joaquim Fagundes, conhecido como “cego Joca”. Joaquim dizia que era cisterna vazia. Erassim:

 

Cendo vela no interior de mim:

Oiço lata na roldana

Qui desce té fundo

Tambeando nas marge

 

Joaquim dizia que ficava espiando a lata ecoando no nada do lugar.  Às vezes, quando a lata descia pela cisterna, o cego costumava dependurar um cininho mágico:

 

pro mode de espiá som e luz dialogá  

 

Soube esta semana que cego Joca tinha morrido de velhice, dormindo em sua rede, aos 102 anos. Morava no Saco de Baixo, perto de Pureza, no Rio Grande do Norte. Soube que sua última frase foi: “Dercy Gonçalves venceu!”. Todos os seus amigos, claro, riram muito. O cego jogava com a vida igual à sua velha metáfora da cacimba vazia, que todos nós nos acostumamos a ouvir.

 

“Sou uma cacimba vazia, cheia d’água. Dentro dela, desço na roldana o latão da lata e, dentro dela, coloco uma vela, às vezes também um sininho mágico”.

 

Vá com luz cego Joca!



Escrito por Gustavo de Castro às 11h25
[] [envie esta mensagem
]





SOBRE FÍSICA E AMOR

Se os opostos se atraem

Os iguais se completam.



Escrito por Gustavo de Castro às 13h26
[] [envie esta mensagem
]





FRASE PARA UMA SEGUNDA-FEIRA

- Ei moço, empresta aí a sua alegria!

Escrito por Gustavo de Castro às 14h51
[] [envie esta mensagem
]





QUASE INFANTIL

Dentro de pipa tem pi e tem pá

Dentro de mentira tem ira

Dentro de janela tem ela.

 

Dentro de eterno tem ET

Dentro de sete tem ET

Dentro de poeta tem ET

 

Dentro de ser tem se

Dentro de morte tem te

Dentro de mel tem me.

 

Dentro de felicidade tem fel

Dentro de solidão tem sol

Dentro dor tem dó

 

Dentro de amor tem am

Mas eu acho que é mó.



Escrito por Gustavo de Castro às 13h59
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]